Translate

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Um Velho a mais

Dia desses passado, fiz um "faxina " no meu Blog retirando comentários políticos, mas os fatos se sobrepõe. Tirou-se um ministro que foi pego com as calças na mão, - que pagava a empregada da casa dele com salário que era desembolsado pelo governo para pagar a empregada, mas que deveria trabalhar la no gabinete do ministro ou adjacências,... Mas nem tanto. O velho ministro apareceu nas fotos de jornais - na maioria das fotos, sorrindo, mostrando os dentes e daí, fiquei imaginando: Quanto esse sujeito teria armado pela vida a fora, antes de ser literalmente pego?  Outra pergunta: Seria ele melhor do que um assassino ao depenar o erário por estar lá em confiança?
No lugar onde se guarda meios de se enviar recursos para os lugares certos, mas que seguem para lugares errados, mediante propinas e maracutaias, dando penadas trêmulas de caneta viciada. Lugar em que se destinam verbas para bolsos corruptos e com certeza deixando a ver navios, crianças nas escolas mal tratadas, pessoas nas portas de hospitais, etc;... A meu ver, o sujeito desse lugar, quando faz isso é um criminoso hediondo, a meu ver, seu arsenal de balas, é a sua posição de...ministro.
O tal sujeito, - deu hoje no jornal, foi substituído por outro, com cara também sorridente bem parecida com a do outro (velhos se parecem) e a notícia o apresenta como um filiado?!? do Sarney, que é o presidente vitalício do congresso,... O tal que tem uma fazenda chamada Maranhão.

2 comentários:

  1. Querido primo,

    descrevesste lindamente as observacoes e pensamentos de quem já andou léguas sobre essa terra, mas que jogando o olhar para trás por vezes nao lhe parece ter andado mais do que talvez um décimo desta distancia. Na nossa idade fazemos uma queda do caixa para tirar uma média daquilo que até agora investimos em nossas vidas. Aquilo que aprendemos com as diversas experiencias e que foi graduativamente alterando a nossa escala de valores hoje nos faz sentir mais sábios em relacao a complexidade da juventude. Como gostariamos de participar essa sabedoria de vida aos jovens, nossos(as) filhos(as) e netos(as) na esperanca de que eles saibam reagir melhor em certas situacoes da vida, para que nao se machuquem tanto como nos proprios o fizemos, contornando com a sabedoria do "velho" os abismos para que suas proprias andancas sejem menos causadoras de danos a si mesmos.
    A juventude nao quer "perder seu tempo" com os mais velhos. Querem mais è se intercomunicar com os seus, seja por Facebook onde se deixam obsecar pela idéia de que quem mais "amigos" lá tem mais querido e valoroso è. O que è um tiro na culatra. O jovem nao procura dar uma parada para se encontrar e bater um papo consigo. Se ele conseguisse parar e olhar para o velho(a) veria que seu olhar nao è de um ser que corre com o "Mainstream", mas sim de um olhar de quem se encontrou a si mesmo e que se releva autarquico e conciente de que a vida è mais do que seguir definicoes abstratas propostas por outros.
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo prima. Gostaria muito que toda a humanidade estivesse mais consciente e preparada para lidar com a vida, seu desenrolar. Tudo seria bem mais fácil se todos nós pudéssemos andar mais tranquilos,... pelo menos, uns com os outros. Naturalmente, teríamos muito mais força contra a adversidade natural do planeta.

    ResponderExcluir