Translate

terça-feira, 11 de outubro de 2011

China

Fui criado sob a intrigante ameaça americana, que dominou o mundo durante o Séc XX. Venceram o comunismo, venceram a corrida espacial do período, venceram todos os confrontos no oriente e agora, que não é mais o Séc. XX, estão diante de uma nova ameaça,... A China, onde a palavra lealdade tem significado diferente - baseada numa cultura desconhecida, onde a mão de obra não agrega valor humano significativo,... que não trabalha preocupada com valores sociais,... trabalha apenas com valores capitais e, com isto, fornece ao ocidente produtos descartáveis em tudo, descontado inclusive, toda seguridade social tão valorizada por nós todos, que procuramos enxergar o ser humano, também pela ótica de suas conquistas.
Com isto exposto, vejo-me saindo da ameaça americana e entrando, como quem desce descontrolado por uma corredeira, destas de menino, escorregando a bunda, geralmente pelada, - rio abaixo numa ameaça nova, regida por mandarins, que ampliam seus horizontes não mais com armas de fogo, mas com armas infinitamente mais poderosas, que criam rapidamente soldados aliados, dentro do exército inimigo, com verdadeiros presentes na forma de descontos em produtos duvidosos, que aos poucos têm somado qualidades agregadas, oportunas e significativas, mantendo o ocidente surpreso, diante do fenômeno misterioso - chamado China capitalista, ou qualquer outro nome que se queira dar a esse continente que vem tentando inclusive - cirurgicamente, abrir os olhos de suas modelos e outras mais, que seriam beldades nacionais, por la, pois no ocidente, continuam sem valor devido a baixa sensualidade que nos conseguem passar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário