Translate

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Adsense

O Adsense me abandonou e não sei porque. Vá com Deus programa explorador de usuários que "pensa" apenas em ganhar dinheiro explorando a nossa inteligência, sugando feito um chupa cabras o que temos de melhor. A Blogosfera é uma rede que reúne todo tipo de experiencia de vida, publicando, cada um a seu modo e expectativa - sonhos, ambições, projetos, criações artísticas, etc; tudo a custo 0 para o Adsense e outros softwares de publicidade, que fazem dos usuários da Internet, jegues baratos para venderem todo tipo de propaganda, sem nenhuma censura possível, por parte dos seus... jegues.  Por isto, suma mesmo do meu Blog e não apareça mais - propagandinha marrom. Se algum dia meu Blog ascender e se for procurado por esta propaganda ridícula,... aceitarei pois sempre é um dimdim a mais.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Peço perdão


Peço perdão a todos os irmãos que ofendi nesta vida terrena, causando grandes atrasos na evolução espiritual de cada um deles e também da minha própria evolução. Tenho sistematicamente tentado corrigir, jogando por terra muitos avanços extraordinários e notórios, cada vez que sou testado sobre a veracidade das minhas intenções perante os conhecimentos que se aproximaram de mim, cuidam de mim e que esperam de mim uma atitude de fraternidade perante irmãos na vida terrena; Irmãos que não tenho conseguido perdoar, desculpar ocasionalmente, devido aos entraves diários, dificuldades do dia a dia, que fazem de nós, interessados em lucrar mais, desconfiando uns dos outros a ponto de dirigir ofensas diretas e imperdoáveis para os que se iniciaram como eu, no conhecimento do espiritismo, das suas regras básicas de fraternidade evolutiva, usufruindo diretamente dos seus benefícios imediatos.
Tenho sido assistido por irmãos em Cristo e uma legião de espíritos que me guiam como nunca antes fui guiado. Hoje posso contar com uma orientação muito grande, absoluta, que exige, porém, minha recíproca e que testa minha evolução a cada instante.
Nosso irmão Drumond, avisou-me sobre isto e no dia em que nos agraciou com sua visita na companhia do meu amigo Gentil, inesquecível para mim, por ter sido quem me encontrou neste mundo e que de pronto me atendeu, criando as primeiras condições para que pudéssemos vivenciar o que hoje, agraciados, vivenciamos.
Antes de conhecer meus novos amigos, representados por estes dois personagens genuínos,  já tínhamos boa noção e alguma leitura do espiritismo de Kardec, no entanto, ficávamos eu e minha mulher, muito a deriva, sem uma organização básica, que temos tentado agora, fazer acontecer.  Nossas tentativas em manter a reuniões das quintas feiras têm sido perturbadas por fatores externos, que precisamos, cada vez mais, remanejar para não decepcionar os espíritos que já nos procuram na esperança do encontro da luz, saída da penumbra e, encontro do entendimento a respeito das suas condições. Isto temos feito de acordo com as possibilidades e cada vez mais cientes de que nosso trabalho precisa do compromisso, pois o modo de passagem para o outro lado de nossos irmãos, em geral, têm sido desastroso, necessitando de todos os que forem agraciados, em vida terrena, com algum conhecimento, disposição para orientar espíritos necessitados, tendo em vista principalmente que somos muito poucos os – orientadores, considerando a legião de 7 bilhões de seres humanos que hoje povoam a terra.  
Minha mulher é bem mais calma do que eu sobre as relações diárias, as mesmas que nos expõem a situações de incompreensão, que relatei inicialmente. Ela tem sido uma guardiã para mim, chamando minha atenção e mostrando sempre, a realidade das minhas ações mal feitas e sobre isto quero agradecê-la e, muito. 

terça-feira, 11 de outubro de 2011

China

Fui criado sob a intrigante ameaça americana, que dominou o mundo durante o Séc XX. Venceram o comunismo, venceram a corrida espacial do período, venceram todos os confrontos no oriente e agora, que não é mais o Séc. XX, estão diante de uma nova ameaça,... A China, onde a palavra lealdade tem significado diferente - baseada numa cultura desconhecida, onde a mão de obra não agrega valor humano significativo,... que não trabalha preocupada com valores sociais,... trabalha apenas com valores capitais e, com isto, fornece ao ocidente produtos descartáveis em tudo, descontado inclusive, toda seguridade social tão valorizada por nós todos, que procuramos enxergar o ser humano, também pela ótica de suas conquistas.
Com isto exposto, vejo-me saindo da ameaça americana e entrando, como quem desce descontrolado por uma corredeira, destas de menino, escorregando a bunda, geralmente pelada, - rio abaixo numa ameaça nova, regida por mandarins, que ampliam seus horizontes não mais com armas de fogo, mas com armas infinitamente mais poderosas, que criam rapidamente soldados aliados, dentro do exército inimigo, com verdadeiros presentes na forma de descontos em produtos duvidosos, que aos poucos têm somado qualidades agregadas, oportunas e significativas, mantendo o ocidente surpreso, diante do fenômeno misterioso - chamado China capitalista, ou qualquer outro nome que se queira dar a esse continente que vem tentando inclusive - cirurgicamente, abrir os olhos de suas modelos e outras mais, que seriam beldades nacionais, por la, pois no ocidente, continuam sem valor devido a baixa sensualidade que nos conseguem passar.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

A Mutuca



Meu coração sentiu bastante a despedida da moto e ninguém entendeu porque. Por que senti tanto a separação, o momento em que a vi partindo? Afinal, era só uma moto, bem paga pelo comprador... que sequer discutiu o preço, parecendo saber que eu não desejava entregá-la. 
De fato, a moto em si, era realmente muito conservada, uma raridade, mas a minha tristeza, foi a lógica do meu futuro, com as vistas já nem tão rápidas,... espertas o suficiente para evitar acidentes. Estou cansado, não tanto para dirigir um carro, mas cansado para pilotar uma moto, com seu delicioso vento cortante durante as acelerações. Cansado para agir com rapidez exigida por uma moto no trânsito nem sempre educado das cidades e, que não pode ser confundido com o quadro quase sempre bucólico da nossa rua. Assim, minha desistência tem um gosto amargo de última vez, uma vez que o bom senso há de prevalecer e outra moto,  já não tem lugar na minha vida, uma vida em em debate, tentando superar um cansaço que insiste em aparecer de modo atoa, sem mais essa e nem aquela. Diria que nunca estive preparado, diria que perceber o risco, submeter ao bom senso a minha condição, nunca esteve nos meus planos. Imagine! Não poder mais pilotar uma moto de modo que considere seguro. Imagine! Estou impedido por mim mesmo e nunca mais poderei pilotar. Nos últimos tempos tenho sido obrigado a rever outras coisas e a coisa da moto, foi mais uma, entre outras coisas em questão com a visualização do último trecho dessa estrada. Tenho tentado arrumar as coisas, como se fosse possível, deixar "organizado" o meu fim, o término da jornada. 
Mutuca foi o seguinte: A velha, avó do rapaz (aconteceu em Minas Gerais) disse para os policiais que foram buscar o rapaz. ___Se vieram buscar meu neto, perderam a viagem. Ele fumo uma tar de iconha, munto na mutuca e saiu por ai.