Translate

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

O que não mata engorda

Depois de muito tempo dividindo o mesmo teto, a comida e todo o resto, muitos casais de amados um pelo outro, matam um ao outro. Aos poucos, prevendo o fim dedicam-se a fazer vistas grossas sobre as gordurebas, rindo das próprias piadas a respeito. Para os que fumam, o assunto 'parar de fumar' é proibido e, um grande incômodo é quando apenas um fuma, dando ao outro uma visão mais ampla do mal a que se expõe o outro.  O bom humor é grande atenuante, pois inferno maior é o mau humor. Creio que nada mata mais do que o mau humor permanente. Acordar de mau humor tudo bem! Tem pessoas que só acordam mesmo, depois de uma hora ou mais e não é meu caso nem o da minha alma gêmea. Mata mesmo por aqui é a gordureba, esse hábito ancestral de cozinhar, comandar a cozinha como se a mesma fosse uma ponte de comando de um navio, Da janela se vê o mar, infinito mar. Uma costela com batatas e a gordura da carne, em que a faca desce macia para seccionar. A faca mira a morte, a culpa e, desce pela garganta levando com ela a imaginação do atrevido. Como será o mal causado? Não sendo médico, apoia-se na cultura popular: O que não mata engorda!
De fato engorda! A luta contra a pança, a divisão pança, 'Divisão Panzer', um setor muito temido de ataque dos alemães na segunda guerra mundial que era muito rápida para a época. Hoje em dia seria uma piada a tal rapidez. O fato é que a gordura se instala muito rápido e para desfazê-la é dramático.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário