Translate

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Meu Maior Inimigo



Meu maior inimigo sou eu mesmo. Esse inimigo é que venho, há bom tempo, reeducando, tentando reeducar, o que já merece um prêmio, um reconhecimento. Conheço muitos, inclusive que já se foram, que nem sequer cogitaram disso - tentar melhorar. Nascemos egoístas e pela vida, uns ampliam sem critério seu egoísmo e outros, pelo menos tentam, controlar. Estou longe de um Dalai Lama, mas pelo menos, penso sobre o assunto  e sofro muito com as minhas recaídas, pois encontrei na tentativa de melhorar, não uma garantia de terreno no céu, mas uma forma mais segura de entender o outro, que é exatamente igual a mim. Somos assim: Individuais, associados na esperança de facilitar a sobrevivência, usando a inteligência para garantir o sustento, prevalecendo-nos das regalias para evitar a força física no sustento, expondo-nos a contradições para alcançar objetivos.

2 comentários:

  1. Alfredo, tentar já faz toda a diferença, porque a maioria nem sequer pensar nesta possibilidade.

    ResponderExcluir
  2. É verdade! Vivo tentando enquanto me atentam os diabos com seus tridentes afiados.

    ResponderExcluir