Translate

sábado, 6 de outubro de 2012

Jogador Viola

Tenho lembrança remota do jogador Viola na seleção. Acho que foi em 1994, coisa assim, que a seleção ganhou a copa e o Viola estava lá e agora foi preso. Triste destino para quem experimentou a glória de ser campeão.  

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Celebrando a vida


Serei sucinto:
Com a morte da Hebe, uma angústia quis tomar conta do meu bem estar. Estou vivo! Estou vivendo dias bons e a morte, a lembrança da morte, do fim como destino obrigatório, última parada, me deixa triste. Já pensava nisto quando todo dia, num determinado horário, tinha a escolinha do professor Raimundo e eu, pensava: Um dia isto deixará de existir e é tão bom - __E o salário Oh! Nem sempre ouvia as piadas, mas o murmurinho da televisão, o barulhinho, as risadas dos alunos irremediavelmente burros e a paciência do professor Raimundo de Maranguape,... Enfim: Tudo o que nos trouxe nessa modernidade um interesse maior pela vida, seus percalços, notícias de último minuto, de acontecidos la no Japão, que não é mais onde o diabo perdeu as botas.

A Internet. Ah!!! A Internet essa amiga inseparável do meu cotidiano, das noites sem insônia, quando já deixei de fumar, de beber. Meu vício agora é ela, a Internet com a informação nas pontas dos meus dedos - a extensão do meu cérebro, a correção das palavras escritas erradamente.

Por estas razões e outras mais, um exemplo seria... Uma moqueca de lagosta (delícia) preparada a moda da moqueca capixaba. Estar com as minhas filhas, quando aparecem, é um negócio do outro mundo - fico meio estático de alegria, de bem estar. Vai por ai um monte de motivos para continuar - enquanto Deus deixar. Quando eu era jovem, muito jovem - um menino, morávamos próximos a linha do trem. Era a casa do meu avô! Eu ficava impressionado com o último vagão das composições enormes com vagões todos construídos em ferro e lá no último vagão, sob uma espécie de tablado, comum a todos os vagões, ia sempre um vigia, um homem da companhia, no caso, a Vale do Rio Doce. A noite aparecia uma lanterna ao lado dos homens - vigias solitários das composições de trens de minério que iam de Itabira em MG ao porto de Tubarão em Vitória ES. Hoje em dia continua a evacuação de minério pelo sistema de ferrovia, mas, muito mais amplo e modernizado. Nem sei mais se o homenzinho continua lá, perdendo a vida, dando a vida num final de composição, extremamente solitário, sob um manto acinzentado durante as noites com sua lanterninha pendurada. A vida é muito importante para o universo de nossos pensamentos e, creio, que certos trabalhos, tais como o de vigia de último vagão, são impróprios e necessários. Impróprios ao tempo, a razão de viver, enquanto a companhia aufere lucros indecentes, mentindo ao infeliz homenzinho com promessa de vida, pasme, promessa de segurança patrimonial e uma aposentadoria. Estas coisas na cabeça do menino não estavam muito claras, mas, já despertavam uma grande curiosidade. O Curiosity faz a mesma coisa em Marte - nem mais nem menos.