Translate

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Então, antão, por que não?




Então... Nunca estive sozinho neste mundo e, garanto, minha vida tem sido uma experiência fascinante, pois estive andando por todo tipo de lugar: estive até mesmo na Bulgária que mandou pra nós a Dilma terrorista cheia de falta de ideias que prestassem. Andei também por planetas distantes, com ET's e entendo o por quê de suas viagens espaciais - falta do que fazer é o principal motivo deles - Andei até mesmo pelo centro da terra e isto na verdade foi graças ao Júlio, o Verne, e, ainda mais, andei por dentro do meu próprio eu só pra entender o que quis dizer o Freud, mas, sem ler uma linha sequer do venerado mestre do sexo. Toda essa andança, pela internet, me cozinhou o cérebro e agora a tal, a internet, domina mais da metade do meu interesse e, numa luta desigual vou tentando me manter em cima desta tábua de obra, ora meio pirando e ora dormitando enquanto... ando por ai, sem dúvida nenhuma com a sensação extraordinária de estar entendendo muito melhor a vida. Ah! acrescento que tudo comecei lá nos livros dos porquês - Tesouro da Juventude no ido século passado.